Blog

RS tem mais de 500 mortes em acidentes de trabalho em 2016

13/11/2017

O Rio Grande do Sul registrou mais de 500 mortes por acidente de trabalho em 2016, segundo o procurador do Ministério Público do Trabalho (MPT-RS), Rogério Fleischmann. A maior parte dos casos ocorreu na área rural, de acordo com o procurador. “São mortes provocadas desde capotagem de tratores até mesmo por queda de árvores em cima de trabalhadores“, falou Fleischmann. À VEJA, o procurador explicou que o MPT usa dados também de boletins de ocorrência registrados na polícia e do sistema de saúde para que se possa ter uma dimensão mais exata, incluindo os trabalhadores sem carteira assinada, por exemplo. “Os trabalhadores que morreram no trabalho e não têm carteira assinada não trabalhavam necessariamente de forma ilegal. Há casos de empresários que morreram no trabalho e empreiteiros individuais”, explicou à reportagem. A informação de mais de 500 mortes em acidente de trabalho em 2016 foi antecipada pelo procurador durante a abertura da 24ª Jornada Gaúcha de Medicina do Trabalho e do I Fórum de Saúde e Segurança Ocupacional da Sociedade Gaúcha de Medicina do Trabalho (Sogamt), na última sexta-feira. Os dados completos sobre acidentes e mortes no trabalho no estado devem ser publicados em 2018 pelo MPT-RS. “A ideia é fazer um trabalho de prevenção”, explicou Fleischmann. Segundo dados apurados por VEJA a partir do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho, em 2015 foram registrados 142 acidentes de trabalho com morte no Rio Grande do Sul, 155 em 2014, 138 em 2013, e 155 em 2012. Esses dados, porém, contabilizam apenas trabalhadores com carteira assinada. Fonte: Revista Veja.

Veja Também

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
FALE CONOSCO

Estamos à disposição para responder dúvidas, críticas e sugestões. Entre em contato com a nossa equipe através do espaço abaixo.

CLIQUE AQUI