Blog - Calçados ocupacionais em escritórios: Alerta para os riscos nesse ambiente de trabalho. - Conforto - Nosso mundo é seu bem-estar
Blog

Calçados ocupacionais em escritórios: Alerta para os riscos nesse ambiente de trabalho.

18/01/2022

A maioria das pessoas passa grande parte do seu tempo no trabalho. Por isso, um número considerável de registros de doenças ocupacionais provém de atividades realizadas em escritórios. As mais comuns são a Lesão por Esforço Repetitivo (LER) e os Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT). Sabemos que um escritório não oferece a mesma quantia de riscos que em outros locais de trabalho. Porém, esse ambiente também requer algumas medidas de segurança. Os funcionários também devem ser orientados e estar devidamente preparados e equipados para situações emergenciais. Há alguns fatores que precisam de atenção dentro desse ambiente de trabalho, As consequências ocasionadas pela má postura, por exemplo, aparecem a longo prazo. Alguns dos assuntos tratados pela ergonomia são, iluminação, espaço para circulação, climatização, ruídos aos que os colaboradores são expostos e, claro, programa de prevenção de riscos ambientais (PPRA) que visa à preservação da integridade física e da saúde dos trabalhadores através da avaliação antecipada e por consequência o controle a registros de riscos ambientais existentes ou em potencial no local de trabalho. Existem agentes de risco que podem ser encontrados em ambientes de trabalho como escritórios, como, por exemplo, vapores e gases de máquinas copiadoras, substâncias químicas exaladas e usadas na cola do carpete, etc. É preciso estar atento também a sobrecarga de sistemas eletrônicos, com verificação contínua das tomadas para cada equipamento, não deixar os fios expostos, fazer manutenção com frequência e, claro, evitar as famosas “gambiarras” que podem sobrecarregar o sistema e causar acidentes. A manutenção deve ser feita sempre por um profissional. Além disso, é preciso conscientizar os colaboradores sobre os possíveis riscos, estimular ações preventivas e prepará-los. Como, por exemplo, não deixar objetos cortantes em lugar inadequado, nem deixar objetos no caminho de circulação, colocar um aviso de “piso molhado” enquanto o chão estiver secando, entre tantos outros cuidados para prevenir que acidentes ocorram nesse local. Uma das ações preventivas é utilizar equipamentos de proteção individual (EPIS). O uso é obrigatório em locais que oferecem algum risco à integridade física ou saúde do funcionário, ela está explícita na Norma Regulamentadora 6, onde aborda não só a necessidade de uso, como as responsabilidades do empregador e do colaborador. Os EPIS são usados de acordo com o risco oferecido em cada ambiente de trabalho, o calçado de segurança pode ser considerado um dos itens indispensáveis, pois protege uma parte extremamente importante que é continuamente exposta a diversos riscos. A principal função deste EPI é manter os pés do trabalhador protegidos de qualquer perigo externo, como, por exemplo, objetos cortantes e perfurantes, chão escorregadio, queda de objetos, proteção contra a corrente elétrica e possíveis choques, entre tantos outros benefícios. Responsabilidade do empregador: Fornecer gratuitamente o Calçado de Segurança, assim como fazer a substituição do mesmo assim que necessário. Responsabilidade do funcionário: Utilizar de forma correta o EPI, somente para a finalidade a que se destina. Fazer a devida manutenção, limpeza e armazenamento adequado e, claro, comunicar ao empregador qualquer alteração necessária ou substituição. Se a empresa não providenciar o CA quando é necessário, desrespeitando assim a legislação vigente, ela pode ser multada em caso de uma fiscalização acontecer na empresa. O gestor é responsável por garantir condições de saúde e segurança no local de trabalho, assim como orientar e preparar seus funcionários. Seja investindo na conscientização e prevenção como também na montagem do escritório com móveis ergonômicos. Por sua vez, o colaborador precisa ter consciência sobre o comportamento de risco que pode levar a acidentes e doenças. Assim, o colaborador garante a sua qualidade de vida e a empresa assegura a sua produtividade. Um ambiente seguro e saudável proporciona bem-estar e satisfação ao colaborador durante a sua rotina de trabalho.

Veja Também

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
  • 31
  • 32
FALE CONOSCO

Estamos à disposição para responder dúvidas, críticas e sugestões. Entre em contato com a nossa equipe através do espaço abaixo.

CLIQUE AQUI